Pesquisa em LivreSocial

segunda-feira, 24 de março de 2008

Mais liberdade a caminho

Há muito tempo, concursos públicos requerem, nas provas de informática, conhecimento de ferramentas proprietárias. Assim, há questões de Word, Excel, Power Point e Access.
Nenhum problema quanto a isso, se estas forem as ferramentas internamente usadas.

Entretanto, o governo federal vem rumando para o Software Livre, e assim os softwares de escritório tem mudado também. Diversas empresas particulares têm utilizado o OpenOffice, aqui no Brasil denominado broffice. É o mesmo software, mas devido a problemas com a marca Open Office, registrada anteriormente por uma empresa do Rio de Janeiro, foi necessário trocar o nome para BrOffice.org.

Temos consciência de que a maioria dos recursos do MS Office não está presente no BROffice. Claro, um produto que tem sido líder inquestionável durante anos dificilmente encontrará em tão pouco tempo uma competição.

Entretanto, um perfil comum de usuário final nas empresas é cada vez mais nítido:
  • em geral não participou de um treinamento/reciclagem eficaz: normalmente fez um curso não oficial
  • a formação é muito mais prática do que técnica: aprendeu fazendo
  • sub-utilização da ferramenta: formulários construídos no Excel, relatórios que envolvem cálculos digitados no Word e calculados com calculadora de mesa, Power Point para ler emails de auto ajuda ou semelhantes
Penso que investir o custo de uma ferramenta eficiente, como o MS Office realmente é para este perfil é desperdício exagerado de recursos. Em outras palavras, prejuízo.

Mas, retornando à linha de pensamento, o governo vem adotado Software Livre, que em geral é gratuito e funcional. Um reflexo disso são os concursos, que passam mais freqüentemente a solicitar conhecimentos de outros softwares de escritório. Um exemplo disso é o Banco do Brasil, como lido no blog do Taurion.

Assim sendo, candidatos, melhor instalarem o broffice o quanto antes em seus computadores, e usar um pouco menos o MS Office que você tem instalado em seu computador. Tenho certeza que você o comprou legitimamente, com garantia, licença e nota fiscal, e não no camelô da esquina, por aquele valor mínimo. Até por saber que isto é ilegal.

As pessoas que têm o software "emprestado" apenas para usar ? tenho certeza que elas não o usam para trabalhar ... é só para estudar. Até por quê a maioria dos softwares da MS podem ser baixados oficial e gratuitamente da MS. O Dennes garantiu isso aqui e aqui.

Um comentário:

carlosribeiro disse...

Acho que realmente, não tem como comparar, MS Office com Openoffice, mas...
É complicado quando você abre um arquivo criado no MS Office no Openoffice ;)
Agora usando o Openoffice como seu editor padrão, fica mais fácil!

Notícias Linux

Dicas-L: Dicas técnicas de Linux e Software Livre

Ubuntu Dicas

Security Fix

 
Creative Commons License
Blog Livre e Social by Gilberto Martins is licensed under a Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil License.