Pesquisa em LivreSocial

sábado, 31 de janeiro de 2009

Novidades no Blog

Tenho acompanhado (sempre que posso) o andamento do blog, e tenho percebido uma certa regularidade dos leitores. Não tenho grandes esperanças de atingir uma frequência alta, uma vez que a maior parte dos acessos que tenho são de alunos meus, que na maior parte das vezes acessam este blog mediante convite meu. Mas vendo algumas ferramentas interessantes, achei igualmente interessante passar a usar elas.

Seguidores
Este recurso permite que as pessoas que sejam simpatizantes do blog acompanhem o andamento deste. Espero que as pessoas que gostem deste blog se deixem conhecer aqui.

Licença Creative Commons
Eu estava lendo as muitas licenças existentes e achei uma que me interessou muito, que é a Creative Commons. A forma de licenciar uma obra é simples e gratuito, e garante ao autor alguns direitos sobre sua obra. Usar a internet pode ser um meio rápido de divukgação, mas expõe demais a obra à ação de pirataria. Por isso, escolhi os detalhes da licença que me agradaram e criei uma licença para meu blog. Se pode obter o código HTML que deve ser incluído no site, ou mesmo outras formas de incluir a licença na sua obra.

Em outras palavras, se alguém achar algo que lhe seja interessante e quiser aproveitar isto em sua obra (site, texto, vídeo, etc) será apenas obrigado a citar as fontes.

Pesquisa de opinião
Esta pesquisa serve para ver a tendência dos que comparecem aqui no blog. Vou tentar trazer novidades mais voltadas à preferência dos visitantes. Por isso é importante ao pessoal que responda a pesquisa.

Avaliação do texto
Ao final de cada post, é possível mostrar qual a impressão sobre o texto, se o mesmo foi útil, apenas interessante ou completamente inútil. Este recurso vai me ajudar a melhorar a qualidade do conteúdo do blog.

Uma nova revisão ortográfica

Este texto não é novo, mas é bastante interessante. Reflete coisas que vemos (ou lemos) no cotidiano de nossos emails e textos. Se alguém conhecer a autoria, por favor avise.


Eis aqui um programa de cinco anos para resolver o problema da falta de
autoconfiança do brasileiro na sua capacidade gramatical e ortográfica.
Em vez de melhorar o ensino, vamos facilitar as coisas, afinal, o
português é difícil demais mesmo. Para não assustar os poucos que sabem 
escrever, nem deixar mais confusos os que ainda tentam acertar, faremos 
tudo de forma gradual.

No primeiro ano, o "Ç" vai substituir o "S" e o "C" sibilantes, e o "Z" o "S" 
suave. Peçoas que açeçam a internet com freqüênçia vão adorar, prinçipalmente 
os adoleçentes. O "C" duro e o "QU" em que o "U" não é pronunçiado çerão trokados
pelo "K", já ke o çom é ekivalente. Iço deve akabar kom a konfuzão, e os teklados 
de komputador terão uma tekla a
menos, olha çó ke koiza prátika e ekonômika.

Haverá um aumento do entuziasmo por parte do públiko no çegundo ano,
kuando o problemátiko "H" mudo e todos os acentos, inkluzive o til,
seraum eliminados. O "CH" çera çimplifikado para "X" e o "LH" pra "LI" 
ke da no mesmo e e mais façil. Iço fara kom ke palavras como "onra" fikem 
20% mais kurtas e akabara kom o problema de çaber komo çe eskreve xuxu, 
xa e xatiçe. Da mesma forma, o "G" ço çera uzado kuando o çom for komo 
em "gordo", e çem o "U" porke naum çera preçizo, ja ke kuando o çom for 
igual ao de "G" em "tigela", uza-çe o "J" pra façilitar ainda mais a vida 
da jente.

No terçeiro ano, a açeitaçaum publika da nova ortografia devera atinjir
o estajio em ke mudanças mais komplikadas serão poçiveis. O governo vai
enkorajar a remoçaum de letras dobradas que alem de desneçeçarias
çempre foraum um problema terivel para as peçoas, que akabam fikando
kom teror de soletrar. Alem diço, todos konkordaum ke os çinais de
pontuaçaum komo virgulas dois pontos aspas e traveçaum tambem çaum
difíçeis de uzar e preçizam kair e olia falando çerio já vaumtarde.

No kuarto ano todas as peçoas já çeraum reçeptivas a koizas komo a
eliminaçaum do plural nos adjetivo e nos substantivo e a unificaçaum do
U nas palavra toda ke termina kom L como fuziu xakau ou kriminau ja ke
afinau a jente fala tudo iguau e açim fika mais faciu. Os karioka
talvez naum gostem de akabar com os plurau porke eles gosta de eskrever
xxx nos finau das palavra mas vaum akabar entendendo. Os paulista vaum
adorar. Os goiano vaum kerer aproveitar pra akabar com o D nos jerundio
mas ai tambem ja e eskuliambaçaum.
 
No kinto ano akaba a ipokrizia de çe kolokar R no finau dakelas palavra
no infinitivo ja ke ningem fala mesmo e tambem U ou I no meio das
palavra ke ningem pronunçia komo por exemplo roba toca e enjenhero e de
uzar O ou E em palavra ke todo mundo pronunçia como U ou I, i ai im vez
di çi iskreve pur ezemplu kem ker falar kom ele vamu iskreve kem ke
fala kum eli ki e muito milio çertu ? os çinau di interogaçaum i di
isklamaçaum kontinuam pra jente çabe kuandu algem ta fazendu uma
pergunta ou ta isclamandu ou gritandu kom a jenti e o pontu pra jenti
sabe kuandu a fraze akabo.
Naum vai te mais problema ningem vai te mais eça barera pra çua
açençaum çoçiau e çegurança pçikolojika todu mundu vai iskreve sempri
çertu i çi intende muitu melio i di forma mais façiu e finaumenti todu
mundu no Braziu vai çabe iskreve direitu ate us jornalista us
publiçitario us blogeru us adivogado us iskrito i ate us pulitiko i u
prezidenti olia ço ki maravilia.

sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

Problemas com Telemarketing

Tirei o dia para acertar muitas pendências com pagamentos e cobranças. Entre muitas coisas, foi preciso fazer uma ligação para outro estado. Assim, fui procurar qual operadora oferecia melhor condição de preço. Ligando para o 10321, começou minha dor de cabeça. Segue aqui um resumo do que eu passei, quando estava procurando os preços das tarifas DDD de Livre para fixo e de fixo para fixo:

Tentativa 1
Fui transferido para 6 operadores, e por duas (2) vezes me remeteram ao Menu Inicial
Algumas vezes identifiquei o número do Livre que eu estava usando.
Os operadores sempre me pediam para repetir o número do Livre que eu estava usando
Na opção de reclamação, o atendente Valdeir ouviu meus reclames, me pediu que ficasse em espera, e a ligação caiu.

Tentativa 2
O sistema identifica o número do Livre, mas mesmo assim tive que reinformar este número para a atendente Eliane
Soube que o DDD do Livre para RJ custa R$ 0,60.
Para obter o custo da Tarifa fixo-fixo via Embratel, tenho que tornar a ligar para 10321, e ali sim escolher a opção 4. A chatíssima atendente virtual, que também parece ter dificuldade em me ouvir, vai me perguntar se sou um cliente Livre, e terei que mentir, dizendo que não sou.

Tentativa 3
A atendente Rafaela me recomenda tornar a ligar para o 10321 e escolher a opção de informações, ou seja, opção 9
Torne a ligar para a opção 9, e o atendente de TV por assinatura me diz que nem pode me ajudar como também não pode passar a ligação para o setor correspondente. Peço um supervisor, mas o atendente tenta me explicar que isto não adiantaria nada, pois o supervisor não tem mais acesso ao sistema do que ele. Mesmo assim, insisto e falo com Rafael, que nada pode fazer.

Tentativa 4
Torno a ligar para 10321, escolho a opção 4 e digo que não sou cliente Livre. Apenas opções do Livre são relacionadas.

Tentativa 5
A atendente Alessandra disse que não tem esta informação, e que eu deveria tornar a ligar e escolher a opção 4. Depois de explicar tudo de novo, disse que não pode fazer nada. Ao final das contas, desisto de procurar esta informação.

PROCON
O atendente diz que estão anotando todos os casos, mas os estão enviando para Brasilia. Alguns já foram multados.

A nova lei não permite muito além do que os PROCONs estão fazendo. Mas infelizmente, continuamos sofrendo com estes abusos ilegais.

domingo, 18 de janeiro de 2009

Comprar pela internet

O Marcelino me enviou um email muito interessante sobre empresas que realizam vendas pela internet, mas que são fraudes. Ao final deste email, algumas dicas para realizar compras com segurança. Achei interessante criar um post sobre isto.

Por que comprar pela internet ?
É muito mais vantajoso estar na segurança de casa, escolhendo calmamente o que se quer, podendo procurar detalhes do que se quer, até aprendendo mais sobre o assunto relacionado ao item. Afinal, entrar numa loja para "dar uma olhadinha" apenas pode ser muito aborrecedor. Os vendedores podem se jogar sobre o cliente, o disputando quase a tapas. Podem também ser indiferentes, dando pouca ou nenhuma atenção, como se estivessem fazendo um favor em nos atender. É possível ainda que este vendedor não saiba nada sobre o que está vendendo, e por isso não pode tirar nossas dúvidas. Neste caso, quase sempre vai querer "empurrar" o mais caro dizendo que é o melhor. Não fosse isso suficiente, é preciso encarar as filas de pagamento, o tempo de consulta dos cartões, a loja quase sempre cheia, barulhenta e abafada. Além disso, a "pechincha" obrigatória é cansativa, levando o usuário a andar bastante de loja em loja. Enfim, cansativo.

Segurança nas compras
A compra convencional ainda conta com o crescente perigo desde o sair de casa: assaltos em ônibus, nas ruas, ocasionais balas perdidas, e outros. Infelizmente, nas compras pela internet, também há o perigo constante de insegurança: perda de senha, sites falsos de lojas e/ou bancos, entre outros. Este tipo de risco é sério por ser quase sempre fora da percepção da vítima. Isso leva alguns a uma histeria exagerada, afirmando que nunca farão compras pela internet. Há cuidados básicos que podem diminuir bastante este risco. É isto que quero resumir aqui, sem usar os termos técnicos complicados.

Alguns tipos comuns de fraude
Email de banco: conhecido como phishing (pronunciado como fíxin) é basicamente um email vindo de algum banco, pedindo que seja acessado o link que vem no email.
Quase sempre este link leva a alguma página muito parecida com o tal banco. Nesta página se pede número da conta e senha. A página vai guardar estes dados e os vai enviar para o criminoso. Este pode agora acessar sua conta normalmente. Alguns exemplos podem ser vistos aqui.
Email de pornografia: um email prometendo fotos de mulheres nuas (ou algo semelhante) pede que o usuário clique em um link ou em algum anexo. Frequentemente o remetente é alguém conhecido do destinatário. Este tipo de apelo quase sempre funciona. Por exemplo, a cada novo BBB, uma enxurrada destes emails são enviados, prometendo a foto nua de uma das participantes, ou cenas inéditas da transa de algum dos casais.
Estes links ou anexos irão instalar programas que podem gravar tudo o que estiver sendo digitado (números de contas bancárias, senhas de banco, senhas de email, etc) e as enviarão para o criminoso autor destes emails.
Arquivos pelo MSN: no meio de uma animada conversa pelo MSN, o outro lado de repente lhe manda um arquivo compactado com as fotos que (segundo esta pessoa) já deveria ter lhe enviado, ou com fotos de alguma celebridade nua.
Basta tentar abrir o arquivo que um programa vai ser instalado na sua máquina . Este programa pode copiar o que você digita e enviar tudo isto para o tal criminoso.
Mensagens em Power Point ou documentos do Word: é possível que aquela bela mensagem que você recebeu tenha escondida em si um programa que pode copiar as informações digitadas por você (dquele momento em diante) e as enviar para o criminoso

Como a coisa funciona ?
Perceba que há um padrão entre os tipos de fraude: o destinatário. Pessoas do conhecimento do mesmo já (provavelmente) foram vítimas, não sabem, e seu (dele) sistema passa a poder ser usado para espalhar a "ferramenta" da fraude. Aliás, uma característica comum de um sistema "comprometido" é uma inexplicável lentidão do sistema.

Basicamente, o objetivo destas fraudes são 2:
1) obter senhas dos usuários;
2) obter acesso ao seu sistema. O criminoso pode usar o seu sistema para acessar outros locais na internet. Assim, ele pode cometer outro crime usando o seu sistema. Ao se tentar rastrear a origem deste criminoso, será encontrado o seu sistema como origem do crime.

Como prevenir ?
Algumas das recomendações são básicas. Infelizmente, mesmo o básico frequentemente não é observado.
1 - Desconfie de emails de pessoas desconhecidas. Pessoas que você não conhece lhe mandando fotos, dicas, prometendo dinheiro ? Desconfie.
2 - Desconfie de qualquer email enviado por bancos. Especialmente aqueles onde você não tem conta. Se for do seu banco e estiver pedindo para clicar em um link ou digitar alguma senha, é quase certo de ser uma fraude.
3 - Mudança repentina de conversa no msn. Pergunte para a pessoa com quem você está conversando se ela mandou algum arquivo ou link para você. Se ela disser que não, o sistema desta outra pessoa está "comprometido".
4 - Evite usar senhas importantes em computadores públicos. Computadores de lan-houses são o último lugar de onde você acessaria a sua conta bancária ou semelhante. Estes computadores frequentemente estão infectados por keyloggers, que são os tais programas que copiam os textos digitados no sistema. O mesmo se aplica ao computador do amigo/colega/conhecido. Especialmente se este for usado por todos da casa.

Há outras coisas que devem ser feitas, mas dependem de qual Sistema Operacional você está usando: Windows ou Linux.
Windows:
1) não deixe de aceitar as atualizações vindas do Windows Update. Já houve ocasiões onde estas atualizações causaram alguns problemas, mas nada que não pode ser contornado.
2) é fundamental usar algum anti-vírus, de preferência original, nunca um pirata. É importante manter ele sempre atualizado. Infelizmente algumas falhas podem ocorrer nos anti-vírus, e dificilmente uma solução será gerada tão rapidamente que possa impedir que desastres se espalhem pela internet, como o MyDoom, uma variante do Sober, o Sircam, e o NetSky. São casos antigos, mas mostram como é possível que o estrago seja causado rapidamente antes que os antivírus possam estar atualizados para estes problemas.
3) evite usar o Windows através do usuário administrador. Crie contas para cada pessoa que use o computador, e nunca acesse a Internet como administrador, a menos que seja realmente necessário. E quase nunca é. Na instalação padrão do Windows XP, a conta do administrador será a conta padrão. Nas versões seguintes isso não ocorre mais.

Linux:
1) Sempre mantenha atualizado o seu sistema. Se você usa o Ubuntu,por exemplo, o sistema sempre vai lhe avisar da existência de atualizações. Ainda não conheço casos de erros que causaram problemas para o usuário, pelo menos na versão Desktop. Se alguém souber de algum link confiável com esta informação, pode enviar.
2) Desde o princípio, devido a características do próprio Linux, o uso de antivírus quase não é necessário. Existem sim, mas em quantidade inexpressiva, em relação aos existentes para Windows, por exemplo. Um exemplo é o BadBunny, mas este foi apenas uma demonstração.
3) Também desde o princípio de sua popularização, o Linux não permite que o usuário administrador (chamado de root) seja o usuário padrão do sistema. Mesmo assim, permanece o aviso: nunca usar o sistema como root, a menos que seja mesmo necessário.

Como já deve ter ficado claro para os que lêem meu blog, sou usuário de Linux, em especial de Ubuntu Desktop. Sempre saio com um pendrive que tem a imagem do Ubuntu para pendrive. Para os que tem Ubuntu instalado na máquina, podem criar seu próprio Ubuntu em pendrive. Assim, em qualquer momento tenho um Ubuntu limpo para usar em qualquer computador, bastando apenas iniciar o computador pelo pendrive.

Identificando o site de compras
Independente do sistema operacional em uso, é possível conferir o site para evitar problemas com o mesmo.
1) Em http://whois.registro.br, digite o nome da loja virtual. O resultado lhe mostrará a razão social do empresa por trás do site, e o CNPJ da mesma. Clicando no CNPJ, é possível até listar os outros domínios registrados para a mesma empresa, se houverem. Note que isto é válido para os registros brasileiros, ou seja, terminados com ".br"
2) Comprove a situação cadastral desta empresa junto a Receita Federal.

Não esqueça de informar se este texto foi útil, interessante ou inútil (logo abaixo), e deixar um comentário seu.

Notícias Linux

Dicas-L: Dicas técnicas de Linux e Software Livre

Ubuntu Dicas

Security Fix

 
Creative Commons License
Blog Livre e Social by Gilberto Martins is licensed under a Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil License.