Pesquisa em LivreSocial

terça-feira, 21 de abril de 2009

Os comandos que você mais usa no BASH

Ultimamente reconheço que sou um usuário Ubuntu em quase 100% do dia, em casa ou no trabalho. Mas mesmo com todo o aparato disponível na interface gráfica do Ubuntu, e a facilidade que isso tudo proporciona, frequentemente estou na CLI (Command Line Interface).

Assim, agora que estamos quase no dia da liberação da versão 9.04 do Ubuntu, estou levantando os aplicativos que eu instalei nesta versão atual (8.10) que provavelmente reinstalarei na 9.04. Claro, quero deixar aqui registrado isso, para ajudar a outros e a mim mesmo.

Mas no meio disto, me surgiu a pergunta: Qual foi o comando que eu mais usei ? Usando o Google, achei um post escrito por MySurface, que mostra uma pipeline interessantíssima:
history | awk '{CMD[$2]++;count++;}END { for (a in CMD)print CMD[a] " " CMD[a]/count*100 "% " a;}' | grep -v "./" | \
column -c3 -s " " -t | sort -nr | nl | head -n10
Ok, eu sei que ela é enorme e aterradora, mas não morde e é funcionalíssima. Em resumo, ela mostra os 10 comandos mais usados no BASH. Copie ela e cole no seu BASH. Executado pelo root, meu resultado foi:

1 73 14.6% ls
2 37 7.4% ufw
3 37 7.4% cd
4 25 5% iptables
5 23 4.6% aptitude
6 18 3.6% ifconfig
7 14 2.8% man
8 13 2.6% tail
9 13 2.6% du
10 11 2.2% host

Ou seja, o comando ls é o mais usado: do meu total de comandos, ele aparece em 14.6%, ou seja, usei o ls 73 vezes. Isto é baseado em uma análise do meu histórico de comandos.

Como sou curioso, fiz uma pequena alteração que me permite ver a estatística de todos os comando do history:
history | awk '{CMD[$2]++;count++;}END { for (a in CMD)print CMD[a] " " CMD[a]/count*100 "% " a;}' | grep -v "./" | \
column -c3 -s " " -t | sort -nr | nl | less
Neste caso, para encerrar a visualização, digite q.

Conclusões

Verificando isso, tomei as seguintes conclusões:
  • Para poder levantar melhor este histórico, ao invés de usar o sudo para executar meus comandos de administração do sistema, é melhor eu mudar para o root antes de trabalhar ($ sudo su -). Assim os comandos executados pelo root permanecem registrados no histórico do root. Lembrando que esta não é uma prática considerada segura pelo pessoal do Ubuntu; USE COM MODERAÇÃO! :)
  • A capacidade padrão do histórico do Ubuntu é de 500 linhas. Aumentei para 1000 no ~/.bashrc do usuário em questão (no meu caso, do root), acrescentando a linha HISTSIZE=1000.

Nenhum comentário:

Notícias Linux

Dicas-L: Dicas técnicas de Linux e Software Livre

Ubuntu Dicas

Security Fix

 
Creative Commons License
Blog Livre e Social by Gilberto Martins is licensed under a Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil License.